Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um Dó Li Tá

por Maria Rita, em 27.01.20

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 09:08

Não precisas ser amante, e nem sempre sabes sê-lo.

por Maria Rita, em 27.01.20

 

 

 

Eu te amo porque te amo.

Não precisas ser amante, e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo. Amor é estado de graça e com amor não se paga. Amor é dado de graça, é semeado no vento. Na cachoeira, no eclipse. Amor foge a dicionários e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca, não se conjuga nem se ama. Porque amor é amor a nada, feliz e forte em si mesmo. Amor é primo da morte, e da morte vencedor, por mais que o matem (e matam) a cada instante de amor.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:03

Bom dia!

por Maria Rita, em 27.01.20

 

7.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 08:57

Eyes Shut

por Maria Rita, em 26.01.20

 

 

tumblr_nmdwheIWeh1rl2vj4o1_400.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:26

Real super heros often come in small packages

por Maria Rita, em 26.01.20

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:26

E o Rossio é uma praça para fazer chorar.

por Maria Rita, em 26.01.20

 

Quando já não pudermos mais chorar e as palavras forem pequeninos suplícios e olhando para trás virmos apenas homens desmaiados, então alguém saltará para o passeio, com o rosto já belo, já espontâneo e livre, e uma canção nascida de nós ambos, do mais fundo de nós, a exaltar-nos!


Tu sabes se te quero e se fomos os dois abandonados, abandonados para uma bandeira, para um riso que sangre, para um salto no escuro, abandonados pelos lúgubres deuses, pelo filme que corre e desaparece, pela nota de vinte e um pedais, pela mobília de duas cadeiras e uma cama feita para morrer de nojo. Minha criança a quem já só falta cuspir e enviar corpo e bens para a barricada, meu igual, tu segues-me; tu sabes que o caminho é insuportavelmente puro e nosso, é um duende gritando no telhado às ervas misteriosas, é um rapaz crescendo ao longo dos teus braços, é um lugar para sempre solene, para sempre temido! E o Rossio é uma praça para fazer chorar. Salvé, ó arquitectos! Mas choraremos tanto que será um dilúvio. Automóveis-dilúvio. Sobretudos-dilúvio. Soldadinhos-dilúvio. E quando essa água morna inundar tudo, então, ó arquitectos, trabalhai de novo, mas com igual requinte e igual vontade: vinde trazer-nos rosas e arame, homens e arame, rosas e arame.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:24

Ghost Of Love

por Maria Rita, em 23.01.20

 

love.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:34

Mom always said

por Maria Rita, em 13.01.20

 

 
 
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:23

É difícil às vezes não ter nojo da vida.

por Maria Rita, em 13.01.20

 

 

 

Queria ter-te contado, mas claro, já cá não estás, ou sou eu que não estou, não sei bem, somos agora de novo desconhecidos, imagina, desconhecidos, morremos civilmente, desaparecemos, é difícil às vezes não ter nojo da vida.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:11

Bom dia!

por Maria Rita, em 13.01.20

 

3.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:05


Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D


Visitas


Pesquisar

Pesquisar no Blog