Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Bom dia!

por Maria Rita, em 02.06.14

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:43

Real super heros often come in small packages

por Maria Rita, em 28.05.14

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15

Tira a mão do queixo não penses mais nisso

por Maria Rita, em 27.05.14

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:12

Bon appétit!

por Maria Rita, em 26.05.14

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:51

Se cá nevasse fazia-se cá ski

por Maria Rita, em 20.05.14

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:05

Bom dia!

por Maria Rita, em 19.05.14

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:35

O ar tinha gosto de sábado.

por Maria Rita, em 17.05.14

 

 

O ar tinha gosto de sábado. E de súbito os dois eram raros, a raridade no ar. Eles se sentiam raros, não fazendo parte das mil pessoas que andavam pelas ruas. Os dois às vezes eram coniventes, tinham uma vida secreta porque ninguém os compreenderia. E mesmo porque os raros são perseguidos pelo povo que não tolera a insultante ofensa dos que se diferenciavam.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:33

Em todas as coisas o sucesso depende de uma preparação prévia, e sem tal preparação o falhanço é certo.

por Maria Rita, em 12.05.14

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:32

Tricky question

por Maria Rita, em 05.05.14

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:21

Sem falar, quando for hora de calar.

por Maria Rita, em 30.04.14

 

 

 

 

 

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos. Nem tão longe e nem tão perto. Na medida mais precisa que eu puder. Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida Da maneira mais discreta que eu souber. Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar. Sem forçar a tua vontade. Sem falar, quando for hora de calar. E sem calar, quando for hora de falar. Nem ausente, nem presente por demais. Simplesmente, calmamente, ser-te paz. É bonito ser amigo, mas confesso, é tão difícil aprender! E por isso eu te suplico paciência. Vou encher este teu rosto de lembranças Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:35



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D


Visitas


Pesquisar

Pesquisar no Blog