Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E partiu novamente com a mala de couro.

12.06.14

 

 

 

As mãos tremem-lhe à volta do corpo frio. Perplexidade, porventura um pouco de alegria, uma curta alegria inocente, desprevenida, no meio disso tudo, no seo da própria dificuldade. E partiu novamente com a mala de couro. Caminhou pela cidade como se tivesse muita pressa. E quem pode dizer se à noite, no estrangeiro, depois de duas cervejas no estômago vazio, a rua circular não era mais circular ainda? Ele começava por aquela praça onde havia o anúncio luminoso dos automóveis "Packard" e acabava na mesma praça, om o rosto ansioso voltado para as mesmas letras acendendo em vermelho no meio da névoa: P-A-C-K-A-R-D. Pode recomeçar cem vezes uma frase muscical. Comprova-se cem vezes o resultado de uma experiência física ou química. E ainda se verifica ser no abismo que a principia a ascenção.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D


Visitas


Pesquisar

Pesquisar no Blog